Já pensou em como serão construídas as empresas do futuro?

A necessidade de evolução das empresas e dos profissionais tem sido cada vez mais evidente nos últimos anos, uma grande transformação está ocorrendo de forma rápida e disruptiva.

Fazer previsões do futuro pode ser injusto ou um relance pequeno do que realmente vamos presenciar nas próximas décadas.

Sabemos que o futuro será dominado por vertentes automatizadas, tecnológicas e sustentáveis. 

E o que acontecerá com a força de trabalho? Seguirá reinventando-se?

Quer seja por sua contribuição e transformação institucional ou simplesmente por status, todo CEO almeja dirigir uma empresa posicionada para o futuro.

Isso inspira funcionários mais deleitosos, clientes mais amigáveis e investidores mais interessados.

“Adiantar-se para o futuro”, ao invés de esperar ele ir chegando timidamente com o passar do tempo, será fundamental para a sobrevivência e para o sucesso.

A era tecnológica, midiática e de empoderamento cultural é, sem dúvidas, umas das mais criadoras de todos os tempos.

Tendências, ideias, tomadas de decisões; tudo é idealizado de forma extremamente rápida.

Quando pensamos em empresas do futuro, não podemos nos limitar em como as mesmas serão em 20 ou 30 anos.

Seria como quem idealiza a vida ideal daqui 10 anos, ele enxerga o hoje e o dia da realização, mas “futuro” é o próprio processo.

Por isso, vamos começar por ele:

 

  • Performance de processos 

Segundo dados da BCG, as empresas estão se tornando 6,7% mais “burocráticas e complicadas” a cada ano. Isso inclui avaliações, procedimentos e decisões dentro da organização.

A otimização de processos tornou-se prioridade em muitas instituições e esta continuará sendo uma oportunidade de adotar uma abordagem diferente, com práticas mais inovadoras e rentáveis.

É evoluir em processos e desenvolver o máximo de  excelência operacional!

 

  • Novos modelos de negócios

Entender a sociedade e as novas demandas será alicerce para o desenvolvimento de novas propostas de empresas.

Nas particularidades que envolvem os aspectos administrativos, RH, marketing e logística; o impacto será mais evidente.

Portanto, as empresas do futuro buscam mudança desde a criação mas também, ao longo de cada etapa, e, principalmente, nas grandes decisões.

Manter-se limitadas em padrões não será opcional. 

 

  • Por que estamos aqui?

Porque somos movidos por algum propósito. Essa será a bandeira que muitas empresas poderão levantar nos próximos anos.

Cultura, missão e valores devem ser reforçados interna e externamente. A Apple, por exemplo, é uma das empresas mais valiosas do mundo. A conduta deles é “pense diferente” e “crie os melhores produtos do mundo“.

Os célebres revelam que empresas direcionadas com propósitos crescem 10 vezes mais que as outras. 

 

  • Tecnologias e soluções

Além de simplificar os processos (economizar tempo) e permitir a melhoria contínua. Investir nos sistemas certos é um grande diferencial, uma vez que a tecnologia será totalmente personalizada.

As empresas terão que confiar em soluções que podem evoluir rapidamente e ajudar a gerar receita em si.

Hoje em dia esta, já é a estratégia da Amazon, onde os sistemas de TI são o que impulsionam a melhoria contínua de sua estratégia de comércio eletrônico, além de gerar receita.

Para a contabilidade, sistemas inteligentes e em nuvem, como os que a Contmatic oferece no Contmatic Phoenix Web, serão fundamentais e oferecerão grandes mudanças nos resultados operacionais e de receita para as empresas. 

 

  • Pessoas potenciais 

A equipe certa na situação certa será a peça mais importante. 

Investir em pessoas transformadoras é, com certeza, pensar no crescimento do seu negócio.

Por exemplo, a MasterCard aproveitou o poder das startups da FinTech ao lançar um acelerador de inicialização interno.

É fora de mão ser limitado pelas funções e hierarquia tradicionais e a ideia é criar equipes mais ágeis, unidas e motivadas.

 

Participar de um processo de transformação tão intenso e pensar em como serão os próximos anos pode ser motivador ou desesperador, depende do que você tem feito para inovar e se adaptar às novas mudanças.

E aí, como você vê seu negócio daqui 20 anos?

nuvem sistema web contabil contmatic